1º Prêmio Ricardo Boechat da Sociedade Brasileira de Cancerologia: cerimônia de premiação emocionanteA cerimônia de premiação do1º Prêmio Ricardo Boechat, criado e organizado pela Sociedade Brasileira de Cancerologia, emocionou o público que lotou as 500 poltronas do Teatro do WTC Events, no 6º Congresso Todos Juntos Contra o Câncer. Os participantes,sem exceção, se declararam fãs do conceituado jornalista e assistiram emocionados a um filme, cedido pela TV Bandeirantes, sobre a paixão de Boechat pelo futebol de praia e sobre o envolvimento dele em ações de promoção da saúde.

Veruska Boechat com as filhas Catarina e Valentina e o presidente da Sociedade Brasileira de Cancerologia, Ricardo Antunes, entre outros.

A cerimônia de premiação do1º Prêmio Ricardo Boechat, criado e organizado pela Sociedade Brasileira de Cancerologia, emocionou o público que lotou as 500 poltronas do Teatro do WTC Events, no 6º Congresso Todos Juntos Contra o Câncer. Os participantes, sem exceção, se declararam fãs do conceituado jornalista e assistiram emocionados a um filme, cedido pela TV Bandeirantes, sobre a paixão de Boechat pelo futebol de praia e sobre o envolvimento dele em ações de promoção da saúde.

A apresentação foi de Veruska Boechat, que não conteve as lágrimas, e compareceu acompanhada de suas filhas Catarina e Valentina. Presentes ainda a mãe de Boechat, dona Mercedes, e um de seus filhos, Dalton Boechat bem como o âncora Eduardo Barão, representando o Grupo Bandeirantes de Comunicação.

As quatro categorias dos prêmios

Na categoria Médico/Profissional de Saúde foi escolhida a prof.ª dra. Angelita Gama, conceituada proctologista, criadora da ABRAPRECI-Associação Brasileira de Prevenção do Câncer de Intestino, representada pela diretora, Carmen Manzione. O troféu foi entregue à médica pelo diretor clínico do Grupo Leforte, Mário Luiz Batista Filho.

Na categoria Comunicação, Maurício de Sousa foi representado pelo filho Mauro de Sousa, que destacou o trabalho do Instituto Mauricio de Sousa na educação de crianças pela prevenção de doenças. Recebeu o troféu das mãos de Marcelo Medeiros, presidente do Grupo Leforte.

Mauro compartilhou com o público sua experiência com projetos sociais. “Esse prêmio é um incentivo para que continuemos criando personagens como a Maria, que está em tratamento de quimioterapia e que ajuda tantas crianças. Nós visamos sempre a educação, a representatividade, a inclusão e, claro, o convívio com artes, com cultura e leitura em geral. Acreditamos que são ferramentas importantes para a sociedade e para a formação de bons cidadãos”, alerta. Para ele, o prêmio é um grande incentivo para indicar que o caminho do Instituto Mauricio de Sousa está certo.

Na categoria ONG de destaque, venceu o Instituto Oncoguia. Ricardo Antunes, presidente da SBC entregou o troféu à sua presidente, Luciana Holtz. A psicóloga destacou o trabalho da entidade, que começou pequena e que foi crescendo graças à adesão de pacientes e voluntários.

E na categoria instituição de saúde, recebeu o prêmio o INCA- Instituto Nacional de Saúde representado por seu diretor, Gélson Mendes, que recebeu o troféu das mãos de Robson Freitas de Moraes, vice-presidente da AMB- Associação Médica Brasileira. Mendes destacou que Boechat foi um dos jornalistas que mais contribuiu com o Inca na divulgação de informações de prevenção do câncer. “Mostra que você não precisa ser médico para participar do combate ao câncer”, observou. “Estamos no caminho certo, trabalhando no controle de prevenção, assistência, ensino e pesquisa”.

SBC alerta para falta de acesso ao SUS

O presidente da Sociedade Brasileira de Cancerologia, Ricardo Antunes, idealizador e criador do Prêmio Ricardo Boechat, de prevenção do câncer, alertou que a falta de acesso ao diagnóstico precoce e tratamento adequado pelo SUS tornam incuráveis, casos curáveis. E que 60% dos casos de câncer, que chegam ao SUS, são diagnosticados em fase avançada da doença com prejuízos para as famílias e para o país. “O Prêmio Boechat, que homenageia esse grande jornalista, também pretende chamar a atenção da opinião pública e dos governos para essa grave situação de saúde pública”, alertou.

Portal Medicina & saúde: (31)3586-0937 | FAÇA CONTATO

medicina & saúde nas redes